A publicitária Paula Boechat conta sua experiência como estudante na Irlanda

Paula Boechat, de 27 anos, carrega em sua história uma vida um tanto nômade. A publicitária, nascida no Rio de Janeiro, já morou por alguns meses no interior de Goiás, quatro anos em Brasília e um ano em São Paulo. Com o objetivo de conhecer, a cada ano, um país diferente, podemos dizer que a jovem é aventureira e tem uma boa experiência internacional.

Foto: Arquivo pessoal, Paula Boechat

Antes de escolher a Irlanda para a sua próxima parada, Paula visitou alguns países como os Estados Unidos, Aruba, República Dominicana, Chile e França. Foi o atual momento de austeridade pelo qual o Brasil está passando, aliado ao seu sonho de infância, que a motivou buscar por um intercâmbio.

Para isso, a estudante pesquisou  inúmeros destinos, focando naqueles que pudessem lhe dar a oportunidade de estudar e trabalhar, caso desejasse. “A Irlanda se destacou por inúmeros aspectos, mas, os que chamaram a minha atenção foram a praticidade; a facilidade para a aquisição do visto e o fácil acesso a toda Europa, com a oportunidade de realizar viagens a baixo custo para outros países do continente”. Explica.

Foto: Arquivo pessoal, Paula Boechat

Estudando inglês há um mês e meio em Dublin, capital irlandesa, Paula afirma que sente um grande avanço nesta direção, assim como, em sua vivência com a cultura local. Em paralelo a isto, ela segue desbravando outros países europeus desde a sua chegada à Irlanda: já conheceu a Irlanda do Norte, Holanda e Portugal.

Dentre suas impressões sobre o país, a intercambista destaca o estilo de vida irlandês. Ela conta que realmente ficou abismada com a tranquilidade que é viver no lugar. “Na primeira semana eu até andei pelas ruas de madrugada, sozinha, e, ainda sim, me sentia tão segura que não podia acreditar na situação. A segurança, sem dúvidas, é o que mais me surpreendeu e o que mais gosto”, afirma.

Foto: Arquivo pessoal, Paula Boechat

As belezas naturais e a energia alto astral do lugar foram outros pontos que a encantou. Como caminhar pelas ruas e ter a oportunidade de ver, pelo menos, dez apresentações diferentes de músicos, ou ir à noite ao Temple Bar e se divertir com a animação local. Tudo isso a faz imensamente feliz.

Foto: Arquivo pessoal, Paula Boechat

A jovem é enfática ao afirmar que suas expectativas foram atendidas e recomenda o destino para todos aqueles que puderem conhecer Dublin ou outra cidade da Irlanda. “Não existe hora certa, nem tampouco idade certa. Se você tem o desejo de viver esta experiência, deve seguir em frente e viver um dos momentos mais diferentes e legais de sua vida. Por aqui, conheço pessoas de todas as idades, bem sucedidas, que desejam melhorar o idioma e buscar novas oportunidades”, incentiva.

Foto: Arquivo pessoal, Paula Boechat

Leia Também:

 Estamos nas redes sociais. Siga-nos!
Então curta nossa página no facebook | Siga no Twitter @pressabroadpt
Se escreve no canal no YouTube | Confira também o Instagram

Conheça Varsóvia, na Polônia


COMPARTILHAR
Joyce Lima
Jornalista e assessora de comunicação, a área cultural é a sua paixão e, por isso, sempre busca conhecer costumes e culturas de diferentes lugares. A história de cada país e região a encanta e ela procura dividir isso de maneira mais fidedigna com os leitores. Carioca da gema e sem amarras segue livre buscando conhecimentos por onde passa.