Que a bicicleta é o meio de transporte com grande aceitação por parte dos europeus já se sabe. Até o Brasil tem se conscientizado mais sobre a importância de pedalar para descongestionar o trânsito e manter a saúde.

Mas o que tem aumentado nos últimos anos mesmo são as opções para os turistas que querem sentir um pouco como é viver uma cidade diferente em cima de duas rodas, sentindo todo o ambiente pedalando por aí.

Inglaterra

Na Inglaterra, mais especificamente em Londres, a ampliação das ciclovias, principalmente depois de 2010, aumentaram ainda mais o uso da bicicleta como opção de transporte. A capital inglesa instalou ainda um sistema de aluguel de bicicletas com mais de 700 estacões e 10 mil “magrelas”  espalhadas pela cidade. O resultado é considerado extremamente positivo tanto pelos moradores quanto pelos turistas.

Foto: Reprodução

Irlanda

Em Dublin, na Irlanda, o sistema conhecido como Dublin Bike também não para de crescer. As estações ainda estão mais concentradas na área central, mas aos poucos vai ganhando espaço e toda a cidade está preparada para os ciclistas que não largam as bicicletas nem no frio do inverno. Quem mora em Dublin pode fazer o cartão Dublin Bikes com uma  taxa de vinte e cinco euros por ano e usar a bicicleta pública todos os dias.

Os turistas estão na lista dos beneficiados. Quem está de passagem pela cidade pode comprar um bilhete para três dias pagando 5 euros com cartões de crédito.

Foto: Reprodução

Holanda

Já a Holanda, o país da bicicleta – onde as pessoas são completamente adeptas da “magrela” -, oferece opções ainda mais encantadoras para os turistas. Existem, inclusive, empresas de intercâmbio investindo nessa opção com um roteiro exclusivo para quem quer rodar pela Holanda pedalando. São opções para cerca de 30 km diários por entre campos floridos, canais, fazendas, florestas, jardins botânicos, moinhos, cruzando cidades e pequenos vilarejos.

Foto: Reprodução

Leia também:


Marciéli Palhano
Jornalista brasileira, nômade por natureza. Adora conhecer pessoas, histórias e lugares diferentes. Se tiver comida boa, uma bela paisagem e gargalhadas, não precisa de mais nada. Diagnosticada com doença celíaca e intolerâncias alimentares, criou o projeto Zero Gluten & Lactose: www.zeroglutenlactose.com