Saiba quais são as vantagens de viajar para a Europa durante as férias de verão

Quando falamos em Europa, sem pensar muito, a relacionamos diretamente com aquele clima frio, neve e tudo o mais que um inverno, um tanto rigoroso para os padrões brasileiros, oferece. Sabemos que as mínimas, em diversos países do Velho Continente, atingem a zero graus, e as temperaturas baixas, para nós, se mantêm em mais de 70% do ano. Por isso, você vê os europeus, no Brasil, se deleitando com o nosso sol, praias, cachoeiras e etc, nos finais de ano, quando o verão se inicia no hemisfério sul.

No entanto, não podemos esquecer que no meio do ano na Europa, por exemplo, é verão e em alguns lugares a temperatura surpreende bastante. Quem diria que na capital francesa, Paris, durante a estação mais quente do ano, os termômetros marcariam 40 graus? Pois é. Vale frisar, que o clima está alterado, devido às intervenções humanas, e, por isso, os verões europeus, em especial, seguem elevando as temperaturas a cada ano.

Voltando ao assunto, além da FrançaPortugalEspanhaItáliaGrécia e até a Áustria costumam ter uma temperatura mais elevada durante o verão. Mas, é unânime: esse é o período de grande movimentação em todos os países europeus, os pontos turísticos são mais frequentados, as praias podem ser aproveitadas, como as belíssimas de Malta. Sem falar nas áreas verdes deslumbrantes, que viram espaços agradáveis para caminhadas, esportes radicais e piqueniques. Outro ponto muito positivo é o calendário de cada país, que geralmente, na estação, conta com inúmeros festivais culturais para a galera curtir.

Foto by: Enes

Foco na região

Como informamos acima, a Europa tem condições climáticas que variam bastante de acordo com a região. Os países mais ao sul do continente são mais quentes. No sul da Espanha, por exemplo, os termômetros chegam facilmente aos 40 graus. Nesta posição estão cidades como Sevilha e Córdoba. A capital Madri também costuma ser quente e seca durante os meses de julho e agosto.

Já ao sul da Itália, é preciso ficar atento à sensação de abafamento. Isso vale, inclusive, para Roma. Lugares europeus como Cannes (França), Lisboa (Portugal), Santorini (Grécia), Viêna (Aústria), as rivieras espanhola e italiana são alguns destinos incríveis e super visitados no verão.

Se você optar por rotas como Irlanda, Escandinávia, Escócia e países bálticos (Letônia, Estônia e Lituânia), sentirá que as temperaturas no verão ainda estarão amenas, elas ficam em torno dos 16 graus. Porém, o viajante vai desfrutar de dias bem longos, porque incrivelmente tem sol até às 22h, o que contribui para que os passeios sejam mais demorados.

foto by: Rob-Bye

Menos camadas de roupa

Há países com maior precipitação no verão e outros menos, então, dependendo da sua escolha, galochas e capas de chuva são fundamentais. Em regiões mais quentes, fique a vontade para levar peças leves e típicas da estação. Além de peças esportivas e de banho. Não esqueça do protetor solar e carregue uma peça coringa de frio. Em regiões mais frias, blusas, ribanas, jaquetas, cardigans, cachecóis, sapatos fechados e confortáveis devem estar em sua mala.

Não deixe de lado a prevenção

Não vai ficar nem em casa de amigos ou parentes? Então reserve sua hospedagem em hotéis, hostels ou albergues com bastante antecedência. Sua viagem é para o meio do ano, certo? Então, resolva essa questão já no início do ano. Além disso os pacotes ficam bem mais em conta.

Outra questão que não deve ficar de fora é a compra online, ela salvará a sua vida na Europa, no verão. Garanta suas passagens de avião e trem via internet. Busque saber sobre os cartões multipass utilizados nos transportes públicos, vai facilitar seu trânsito.

A compra online também é válida para pontos turísticos que vendem bilhetes de entrada. Você vai se livrar de filas imensas em atrações disputadíssimas. Confira as programações do seu destino, os eventos que serão realizados durante o período de viagem, há os festivais, como citamos aqui no texto, mercados, eventos gastronômicos, baladas específicas, entre tantas outras coisas legais. Trace o seu roteiro, para não perder o foco, mas seja livre e se jogue no verão.

Texto de Marciéle Palhano, atualizado em 11/08/2017 por Joyce Lima 

Leia também:

Conheça Varsóvia, na Polônia


COMPARTILHAR
Marciéli Palhano
Jornalista brasileira, nômade por natureza. Adora conhecer pessoas, histórias e lugares diferentes. Se tiver comida boa, uma bela paisagem e gargalhadas, não precisa de mais nada. Diagnosticada com doença celíaca e intolerâncias alimentares, criou o projeto Zero Gluten & Lactose: www.zeroglutenlactose.com