Budapeste, na Hungria, foi onde ficamos dois dias. Eu estava superempolgada para conhecer a cidade e confesso que não me decepcionei por momento nenhum (talvez só com a chuva que atrapalhou um pouquinho).

budapeste2A cidade é dividida em duas partes pelo rio Danúbio: o lado Buda e o lado Peste. A cidade é superacolhedora e o rio torna tudo ainda mais lindo. Passear pelas pontes e pela margem do Danúbio é relaxante e muito agradável. Gostaria de ter ficado lá por mais tempo, mas conseguimos ver bastante coisa.

Utilizamos o metrô como nosso transporte público principal e o sistema funciona super bem. Compramos tickets diários e o valor compensa.

Ficamos hospedados em um dos hotéis da rede easyHotel, o Oktogon, bem localizado, perto de vários restaurantes, casas de câmbio e metrô. A rede easyHotel é sempre uma ótima opção para quem quer conforto e preço baixo. Recomendo muito.

A moeda oficial da Hungria é o Florim Húngaro (HUF), por isso nós tivemos que trocar nossos Euros quando chegamos lá. Em comparação com o Real: R$1,00 = 105.97 HUF. Em comparação com o Euro: 1,00 EUR = 314.47 HUF. As casas de câmbio estão espalhadas por toda a cidade, então recomendo que esta troca seja feita por lá mesmo. Eu achei a comida por lá bem barata, comparada com os outros países que visitamos.

Lugares que visitamos:

budapeste3 – Basílica de São Estevão.

– Praça da Liberdade.

– Estátua de Ronald Reagan.

– Praça dos Heróis.

– Ponte da Liberdade.

– Igreja da Caverna.

– Citadella.

– Estátua da Liberdade.

– Castelo do Buda.

– Ponte Elizabeth.

– Parlamento de Budapeste.

Eu adorei Budapeste e pretendo voltar lá um dia, quem sabe até para morar. Foi uma das cidades que me surpreendeu positivamente e deu vontade de ficar mais tempo.

Por: Jéssica Pedrotti*

*Este texto é compartilhado com o Blog Fashion Jacket