Dificilmente, ao preparar uma viagem, passa-se pela cabeça, de imediato, fazer um seguro viagem. Afinal, durante este momento, você está mais focado em planejar rotas para lugares que deseja conhecer, nas atividades, na condição climática do local de destino, no que levar, onde se hospedar, do que se lembrar dos imprevistos ou situações desagradáveis que podem acontecer durante a sua estadia.

No entanto, o seguro viagem é importante para todo viajante, tanto para aqueles que viajarão de férias, quanto para quem passar uma temporada em intercâmbio. O procedimento deve ser feito com antecedência. Com ele, você estará protegido de passar por certos apuros. A apólice garante ao segurado recursos em situações de emergência e indenização no caso da ocorrência de riscos cobertos, englobando embarque, permanência e retorno. Ao acontecer algum tipo de acidente é recomendável ligar para o seguro, que dará todas as orientações necessárias sobre como proceder no caso.

Geralmente, são cobertos: despesas de atendimento médico, opções como adiantamento para assistência jurídica, ressarcimento por perda de bagagem, cancelamento de viagens, auxilio para casos de falecimento. O preço é atraente e varia de acordo com a cobertura contratada e o número de dias da viagem.

Há várias seguradoras de viagens no mercado que oferecem pacotes personalizados. Para acertar na escolha veja qual seguro e qual cobertura atendem às suas necessidades. Porque há, por exemplo, seguros específicos para viagens marítimas, para quem for viajar para Europa, Seguro Estudante, entre outros.

vai-viajar-seguroviagem-dicas-press-abroad

O barato que sai caro

Ser resistente a um seguro viagem para economizar o valor da garantia é estar sujeito a passar por situações nas quais gastos com imprevistos, certamente, serão bem maiores do que a modesta taxa para obtenção da apólice. Em alguns países, uma assistência médica, por exemplo, sai a um valor um tanto salgado, cujas despesas podem extrapolar o gasto total com a viagem.

Fique atento

– Verifique se o seu cartão de crédito oferece algum tipo de cobertura. Entre em contato com a central de atendimento do cartão e busque as informações necessárias, antes de contratar um pacote de seguro viagem.

– Avalie qual tipo de cobertura você precisa. Algumas pessoas optam por um plano básico, mas, nem sempre este plano cobrirá todos os seus gastos.

– Veja se o idioma utilizado entre os operadores da seguradora é realizado na sua língua de origem. Este detalhe facilitará na resolução de problemas.

– Certifique-se da localização de cobertura do seguro.

– Confira quais países pedem a obrigatoriedade do seguro viagem.

segurdo-viagem-dicas-press-abroad
Imagem: Reprodução

Acordo de Schengen

Na Europa alguns países exigem que o viajante tenha o seguro viagem, caso contrário, há o risco de ser barrado. Todos os países que assinaram o Acordo de Schengen solicitam que você tenha essa cobertura, são eles: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça.

*Vai viajar e precisa de um Seguro de Viagem? Clique aqui e receba um orçamento dos nossos parceiros.

Conheça Varsóvia, na Polônia


COMPARTILHAR
Joyce Lima
Jornalista e assessora de comunicação, a área cultural é a sua paixão e, por isso, sempre busca conhecer costumes e culturas de diferentes lugares. A história de cada país e região a encanta e ela procura dividir isso de maneira mais fidedigna com os leitores. Carioca da gema e sem amarras segue livre buscando conhecimentos por onde passa.