Conheça a história de superação e realizações de uma estudante em Dublin

Decidir estudar fora de seu país de origem não é uma tarefa muito fácil, mas, acredite é perfeitamente possível. Realizar boas pesquisas, tanto sobre o destino escolhido, quanto sobre as instituições de ensino que deseja estudar é uma etapa importante.

Caso opte pelos serviços das agências de viagens e, ou, de intercâmbios é necessário analisá-las também.  A vantagem de escolhe-las é que você estará assegurado em diversos campos, incluindo uma boa assessoria quando for preciso.

Dublin, como já falamos algumas vezes aqui no Press Abroad, é um destino bem requisitado pelos intercambistas brasileiros, por vários aspectos positivos, entre eles, uma rede de ensino bem estruturada, ótima qualidade de vida, baixo custo financeiro e oportunidades para quem deseja se especializar na área profissional.

Foto: Arquivo pessoal, Tatiana Silva

A capital irlandesa foi justamente o lugar escolhido por Tatiane Silva, 34 anos, de Bragança Paulista, para realizar o seu primeiro intercâmbio na vida. Ela, que era resistente para sair do país, teve o seu primeiro “empurrãozinho” vindo de sua amiga, que também estudou na Ilha da Esmeralda.

Claro que o apoio de familiares e de seu namorado ajudou para que ela concretizasse a ação e em meados de 2015, Tatiane começou a se planejar para viajar rumo à Irlanda. Comecei a fazer contatos com pessoas que já tinham feito um intercâmbio e com aquelas que estavam estudando em Dublin, além disso, assistia a muitos vídeos sobre o assunto”, afirma.

Em contrapartida, a profissional também ouviu algumas críticas na época, como questionamentos sobre realizar um intercâmbio com mais de 30 anos de idade e deixar para trás sua vida estruturada no país natal e fazer uma viagem à outro continente sem saber se daria certo. Ela já estava resolvida e apenas seguiu seu coração.

De acordo com a programação de Tatiane, ela viajaria em janeiro de 2016, mas as “Novas regras para o visto de intercâmbio na Irlanda” lhe pegou de surpresa e assim, junto à agência contratada, teve que antecipar sua viagem para agosto mesmo de 2015.

Fotos: Arquivo pessoal, Tatiana Silva

Viver em Dublin

Para Tatiane Silva, viver em Dublin é se permitir conhecer lugares incríveis e pessoas de diversas nacionalidades. É viver momentos que jamais imaginou experimentar. Os irlandeses, em sua opinião, são bem reservados, não sendo tão fácil uma aproximação, mas, aqueles que ela conheceu, considera ótimas pessoas.

Dublin é simplesmente linda, o único ponto negativo é a chuva com vento, porque o frio dá para aguentar, já a ventania em um dia chuvoso é mais tenso”, revela. Dublin de fato é chuvosa, tendo em média 3,5 horas de sol por dia, no entanto seu clima é aconchegante e elegante. Com temperaturas mais amenas ao longo do ano.  

Atualmente mora em uma casa bem localizada na capital, com 12 pessoas, sendo dez de diversas partes do Brasil, uma italiana e um costarriquenho. Não é sempre que todos estão reunidos, mas, as regras de convivência traz harmonia para o ambiente, como dias determinados para a limpeza da casa, para lavagem das roupas, visitas, entre outras questões acordadas.

Foto: Arquivo pessoal, Tatiana Silva

Quanto as oportunidades de trabalho, de acordo com suas experiências, é possível se manter na capital, mas, é preciso persistência , dedicação e responsabilidade. Ter foco é outro fator de suma importância para ela. O contato com Brasileiros também é importante neste processo, pois são eles que ajudarão nos momentos desafiadores do intercâmbio.

“Tudo é diferente em relação ao que tínhamos no Brasil, vivemos um dia após o outro, com a convicção de que o amanhã será melhor do que hoje. Realizar um intercâmbio não é somente um mar de rosas, temos dias ruins e é nessa hora que pensamos no valor de estar aqui. Aos que pensam e sonham em estudar fora do país, só tenho a dizer que vale a pena cada centavo e cada momento. Não tenha medo do novo!”


Esta publicação é um oferecimento da OK Intercâmbio. Agência especializada em programas de estudos no exterior, com  várias opções de programas de intercâmbio para 103 destinos, em 37 países pelo mundo. A equipe da OK Intercâmbio é altamente especializada e com vivência internacional.

Website: www.okintercambio.com.br
Contato: [email protected]
Facebook: www.facebook.com/okintercambio
Instagram: @okintercambio

Leia Também:

Conheça Varsóvia, na Polônia


COMPARTILHAR
Joyce Lima
Jornalista e assessora de comunicação, a área cultural é a sua paixão e, por isso, sempre busca conhecer costumes e culturas de diferentes lugares. A história de cada país e região a encanta e ela procura dividir isso de maneira mais fidedigna com os leitores. Carioca da gema e sem amarras segue livre buscando conhecimentos por onde passa.