Morar sozinho é um desafio. Quando o assunto é comida, a conversa fica ainda mais complicada. Mas como já mostramos aqui, você pode fugir dos restaurantes e economizar bastante testando alguns pratos simples, saborosos e baratos. O Press Abroad traz hoje uma receita prática, que leva de cinco a quinze minutos para ficar pronta – dependendo das suas habilidades. A receita é tradicional da culinária portuguesa. Quem está em Portugal ainda tem a vantagem de encontrar todos os ingredientes com preços baixos. Sem gastar muito, você pode se surpreender e superar até suas próprias expectativas.

O prato de hoje, “punheta de bacalhau”, tem um nome bastante engraçado para os brasileiros e, sim, para os portugueses o significado é o mesmo. Acredita-se que a origem do nome esteja relacionada ao fato de que os ingredientes são amassados, misturados, à mão. Apesar do nome, o prato é muito apreciado pelos nativos e quem experimenta, aprova. Que tal testar a receita?

punheta-de-bacalhau-culinaria-press-abroad
Foto by: Reinaldo Mandacaru

Ingredientes

1 posta de bacalhau cru sem ser dessalgado

3 colheres de sopa de azeite

1 colher de sopa de vinagre

1 cebola pequena

1 dente de alho

pimenta preta à gosto.

Modo de preparo

Removem-se a pele e as espinhas ao bacalhau em seco e, à mão, faz-se umas tiras bastante finas. Depois desta operação, coloca-se o bacalhau numa tigela com água fria. Lava-se com as mãos, agitando e espremendo o bacalhau. Repete-se esta operação mais duas vezes, renovando a água.

Coloca-se o bacalhau numa saladeira rega-se com o azeite e o vinagre e polvilha-se com a cebola e o alho picados muito finamente. Tempera-se com pimenta.

Para acompanhar, as sugestões são pão, salada de tomate ou batatas cozidas.

 Receita: Estremadura(Fernando Veloso)

Leia também:


Marciéli Palhano
Jornalista brasileira, nômade por natureza. Adora conhecer pessoas, histórias e lugares diferentes. Se tiver comida boa, uma bela paisagem e gargalhadas, não precisa de mais nada. Diagnosticada com doença celíaca e intolerâncias alimentares, criou o projeto Zero Gluten & Lactose: www.zeroglutenlactose.com