Escolhi a Irlanda como meu destino de intercâmbio no começo de 2017. Após saber que, em uma pequena ilha localizada no Oceano Atlântico, as pessoas falam inglês e carregam uma cultura diferente da minha, eu resolvi fazer as malas e partir.

Antes de pesquisar sobre o país, nem sabia onde ficava. Após fazer isso, finalmente entendi a experiência que poderia ter por lá e porque a Irlanda poderia ser um ótimo destino. E no final das contas, foi a escolha certa.

Se você ainda está na dúvida sobre qual país escolher para viajar, talvez a Ilha Esmeralda possa ser o seu próximo destino para aprender e vivenciar algo novo.

Vamos lá?

Localização geográfica

Imagine cenários com montanhas, gramas muito verdes e árvores por tudo quanto é lado. Esta é a Irlanda. Localizada no continente europeu, a ilha fica bem próxima do Reino Unido, o que facilita uma viagem para conhecer a terra da rainha.

A Irlanda é uma ilha predominantemente verde e repleta de vegetação. É por isso que é conhecida como Ilha Esmeralda. As paisagens são extremamente bonitas por conta das chuvas, visto que este período dura entre 175 e 250 dias do ano.

Dublin, sua principal cidade, é o destino principal de muitas pessoas que vão até lá para estudar e trabalhar. Isto acontece porque a capital é repleta de boas escolas, universidades e empresas multinacionais.

Photo by Robert Anasch

Pouca burocracia para conseguir visto

Diferentemente de outros países como o Japão, que requer o visto antes da partida, ainda no seu país de origem, a Irlanda permite que você chegue como turista e aplique o seu visto (Stamp) após a chegada.

Para os brasileiros, basta chegar no país com passagem de volta em mãos, passaporte válido por no mínimo seis meses, seguro viagem, comprovação financeira para se manter durante a viagem e apresentar uma comprovação de residência (hotel ou acomodação).

Após isso, é só agendar uma visita ao setor de imigração na Irlanda e apresentar os documentos necessários para conseguir o seu Stamp. Se você pesquisar e planejar bem, tudo ocorrerá como o planejado.

Assim, a Irlanda será um ótimo país para aproveitar o seu intercâmbio da melhor maneira possível.

Leia também: Como conseguir o visto de estudante para a Irlanda?

Possibilidade de trabalhar e estudar ao mesmo tempo

Ter uma experiência de trabalho na Irlanda, independente de como ela for, é algo que fica guardado na memória. Além de praticar o inglês, ajudar nas despesas com moradia e alimentação, ainda é possível juntar uma grana extra para conhecer novos países europeus.

O visto Stamp 2 é o que mantém boa parte dos brasileiros que chegam até à Irlanda para fazer um intercâmbio. Para obtê-lo, além dos requerimentos já citados acima, é preciso também estar cursando aulas regulares de no mínimo 25 semanas. Desta forma, torna-se possível estudar e trabalhar.

Vale lembrar que este tipo de visto tem validade de 8 meses, sendo possível renová-lo por mais duas vezes.

A post shared by Verônica Motti (@vero.motti) on

Imergir na cultura irlandesa

Repleta de construções medievais, museus bem cuidados e parques verdes, a cultura irlandesa sempre traz boas surpresas. Um intercâmbio consiste em conhecer e entender de perto os costumes e hábitos das pessoas que vivem em um determinado local.

Na alimentação, por exemplo, me deparei com o Irish Breakfast ou café da manhã irlandês, uma refeição que equivale ao café da manhã brasileiro. Muito bem servida, a refeição inclui bacon, ovos, feijão com molho de tomate, fatias de pão, salsichas, batatas e cogumelos. Ao menos uma vez por semana, os irlandeses se deliciam com a comida.

Outra característica bem marcante do país que provavelmente você já ouviu falar é o Saint Patrick’s Day ou Dia de São Patrício. Ele é considerado como o principal santo do cristianismo irlandês. A cada 17 de março, uma grande festa é realizada em toda a Irlanda para celebrar a sua morte.

Estive presente no festival em 2017 e posso dizer que é um grande evento de todo país, muito animado. As ruas são fechadas, as pessoas se vestem com adereços com as cores das bandeiras da Irlanda e muita Guinness é consumida, principal cerveja do país.

Viajar e conhecer lugares incríveis

Photo by: Paulo Campanilli

Já pensou se, além de viajar para a Irlanda, você também pudesse viajar para países vizinhos? Pois saiba que viajar por boa parte da Europa é bem fácil. Isso porque existem diversas companhias aéreas de baixo custo que oferecem passagens a partir de 16 euros!

Logo, é possível explorar boa parte da Ilha e aproveitar promoções para conhecer novos destinos e culturas. O aeroporto de Dublin é de fácil acesso e possibilita diversas conexões entre países.

Serão muitas descobertas do lado de fora e de dentro ao escolher a Irlanda como destino do seu intercâmbio. Você pode esperar por uma atmosfera multicultural, situações inesperadas e boas histórias para ouvir.

Pronto(a) para vivenciar a cultura irlandesa?

Se você já tomou a sua decisão de bater asas para a pequena Ilha Esmeralda, é hora de organizar os detalhes para que a sua jornada seja incrível. Solicite um orçamento aqui!

Leia também:

 Estamos nas redes sociais. Siga-nos!

Então curta nossa página no facebook | Siga no Twitter @pressabroadpt
Se escreve no canal no YouTube | Confira também o Instagram


Verônica Motti
Verônica Motti é brasileira, trabalha com redação e produção de conteúdo digital e acredita na escrita como uma forma de se expressar, transmitir amor e compartilhar experiências. Após viajar por um ano entre a Europa e Ásia, decidiu ter menos coisas e ser mais. Saiba mais sobre suas experiências no seu Instagram @vero.motti.