Você sabe como equilibrar as perdes e ganhos ao escolher viver uma temporada no exterior?

O que escolhemos fazer e a forma como nos motivamos molda a nossa vida e isso tem efeitos profundos sobre nós. Cada um de nós influencia o curso da vida, mas não a controlamos na totalidade.

Perdas acontecem, as oportunidades surgem. Nós respondemos a essas oportunidades, ou não. É aí que a nossa influência acontece, em resposta aos acontecimentos o nosso controle possível toma o seu lugar e conseguimos perceber os ganhos.

Um exemplo muito comum de sentimento de perda acontece com pessoas que vivem em um país estrangeiro. Surge um questionamento constante sobre a perda das raízes, do contato com o idioma, cultura de seu país de origem, e principalmente do contato diário com a família e amigos, causando um sentimento de tristeza e angústia muito grande.

Este sentimento ganha maior ênfase quando alguma dificuldade ocorre durante a estadia no país estrangeiro, a primeira reação é a vontade de voltar para a sua zona de conforto que é seu país de origem. Porém, só podemos viver, progredir, conquistar o mundo na medida em que abandonamos determinados lugares, determinadas situações, determinadas pessoas, determinados princípios e conceitos.

A liberdade é algo que conquistamos à custa de enfrentamentos das situações novas e abandono de situações que nos incomodam. Não podemos estar em dois lugares ao mesmo tempo. Para estar em um é preciso abandonar o outro.

Isto não quer dizer que não podemos voltar ao lugar original, uma vez que as escolhas são momentâneas e portanto passíveis de mudança. No entanto quando voltamos já não somos os mesmos, pois chegamos com uma bagagem cheia de novas experiências, uma vez que passamos a olhar a vida e o nosso lugar de origem de uma forma totalmente diferente.

Por fim, a perda quando “ressignificada”, ganha novos valores e traz um novo sentido para nossas vida, neste momento conseguimos notar que os ganhos tem um peso maior e mais valioso, e que a vida segue o percurso com aprendizados diários. Os obstáculos podem se tornar oportunidades para algo novo e melhor que sempre estar por vir. Afinal, uma das poucas coisas que temos controle na vida são os nosso pensamentos e sentimentos.

Escolha pensar de forma positiva

Há uma grande diferença entre ser positivo e ser idealista. Ser positivo é uma questão de escolha. As pessoas positivas são mais realistas e racionais. O pensamento positivo saudável gera sentimentos e atitudes que vão refletir na vida de forma mais eficaz. Com mais foco, é possível encontrar soluções racionais e lógicas para os problemas que aparecem, por mais difíceis que sejam sempre há uma solução.

É importante ressaltar que os sentimos estão diretamente relacionados a nossa forma de pensar, assim pensamentos negativos geram sentimentos negativos, com raiva, tristeza, rancor e falta de perspectiva, enquanto pensamentos positivos trazem sentimentos de esperança, perspectivas e foco na solução e consequentemente comportamentos mais eficazes.

A atitude positiva pode ser treinada e praticada diariamente, observando e analisando os próprios pensamentos. As pessoas positivas não são imediatistas. Elas conseguem analisar uma situação e enxergar adiante, lembrando que o que não está tão bom agora pode se tornar melhor se cultivado com positividade.

A pessoa positiva avalia todos os lados de uma situação e tem uma atitude racional, focando no lado afirmativo das oportunidades que a vida oferece.

Há algumas atitudes e pensamentos favorecem mudanças positivas

  • Diga ‘sim’ para novas oportunidades. Seja uma pessoa mais aberta aos acontecimentos não planejados. Muitas coisas boas podem vir de lugares que você nem esperava e mergulhar no desconhecido costuma expandir suas visões de mundo.
  • Não guardar mágoas e perdoar falhas é uma forma de reciclar os pensamentos ruins, reelaborando internamente para devolver ao ambiente de maneira mais saudável.

Leia também:

Por: Silvana Sapyras Byrne, Reg. Psychol., Ps.S.I, Psicóloga  Intercultural, Membro da Sociedade de Psicologia da Irlanda.  Atendimento psicoterapêutico presencial em Dublin e por Skype para clientes residentes em outras localidades.  Mobile: 0863429003  ou Facebook

Conheça Varsóvia, na Polônia


COMPARTILHAR
Silvana Sapyras
Psicóloga Intercultural, Membro da Sociedade de Psicologia da Irlanda. Silvana também trabalha com atendimento psicoterapeutico presencial em Dublin e por Skype para clientes residentes em outras localidades. Sua pagina no facebook é: facebook.com/Intercultural.Psychotherapy