O governo canadense anunciou, no início do ano, novas políticas de imigração para os estudantes estrangeiro no país, as quais começam a valer a partir de hoje.

Tais mudanças têm por objetivo incentivar o aumento no número de estrangeiros interessados em estudar e trabalhar de forma legal, no Canadá. O país enxerga esses estudantes como uma forma de impulsionar a economia, além do comprometimento maior com o país, uma vez que, aluno de faculdade possui um nível de inglês bom e habilidades melhores.

Para o Canadá, o país só tem a ganhar com estudantes estrangeiros mais qualificados no seu mercado de trabalho.

 pod74-blog

Mudanças:

– A partir de agora, o estudante que pretende aplicar para o visto de estudo, com direito a trabalho, precisará se matricular e frequentar, obrigatoriamente, cursos de graduação ou pós-graduação. Esta nova regra dará autorização de 20 horas de trabalho semanais durante o curso, com 6 meses ou mais, e permissão para trabalho em tempo integral durante as férias.

Sendo assim, os intercambistas que desejam aprender francês ou inglês, em alguma instituição de ensino de idiomas no Canadá, terão apenas a permissão para estudar no país, ficando proibida a atividade de trabalho.

– As regras para alunos de Ensino Médio também mudaram. Antes, quando estes estudantes terminavam o ano escolar e queriam matricular-se em um curso de graduação com direito a estágios ou trabalho, eles tinham que voltar ao país de origem, requerer a mudança do visto por lá, para depois entrar no Canadá novamente. A nova lei permite que o interessado faça todo esse trâmite dentro do país, desde que esteja matriculado em uma instituição autorizada.

OBS importante: essa nova regra também vale para intercambistas de idiomas que estão dentro do país e querem matricular-se em um curso de graduação. Essa mudança foi realmente muito boa, uma vez que você, já dentro do Canadá como estudante de línguas, consegue pesquisar melhor e visitar as universidades que deseja cursar. A sua escolha será mais acertada, e aí sim vai solicitar com mais certeza a troca para o visto de estudante.

– A nova política de imigração estabelece que, depois de completar os estudos de pós-graduação, o estrangeiro, que assim desejar, poderá continuar trabalhando integralmente no Canadá, até obter a autorização de permanência definitiva no país.

Serviço:

Não embarque numa furada, conheça tudo sobre o país e suas leis de imigração, antes de tudo. Para saber mais sobre programas de estudos no Canadá, acesso o site do governo do país no Brasil.

*Imagem Canadá para Brasileiros