27Mundo Afora com Eduardo Xerez: Praia, Balada, Cultura e Inglês! Isso é Malta!

Quem nunca pensou em fazer um curso de Inglês no exterior? Muitos já pensaram, muitos já fizeram. Agora imagina fazer isso num lugar exótico, badalado e culturalmente extraordinário! Pois saca só esse arquipélago mediterrâneo através da experiência que tive!

Na Europa o verão ‘tava chegando e minha irmã Yanka queria passar uma temporada fora da Alemanha. Eu então sugeri um Mundo-afora-com-Xerez-Malta-02 -O glamour-'t† na simplicidadecurso de Inglês em Malta, já que essa antiga colônia britânica tem tradição no ensino da língua inglesa. Aproveitando que nossa prima Lorena ‘tava vindo de férias pra Europa, tivemos a ideia de irmos os três pra lá. Durante um mês elas estudariam Inglês e eu… eu… ah é verão, eu arranjo alguma coisa pra fazer! Todos de acordo e empolgados. Vra! Malta, aqui vamos nós!

Depois de sermos enganados por um falso locador, trambiqueiro, que pegou nosso caução e não vimos nem a cor do apartamento, decidimos ficar num hostel em Pietà até acharmos outro local. Tínhamos um quarto só pra nós, onde eu já tinha

Mundo-afora-com-eduardo-Xerez-Malta-2015-dicas-press-abroad -03- Aproveitando-a-escolame hospedado outra vez (Eu já morei uns meses em Malta fazendo um estágio no National Museum of Fine Arts. Outro dia faço um artigo sobre isso). O hostel era um negócio de família.  A senhora proprietária, que apelidamos de Cucinha (hahahaha…), morava ao lado. Não tinha muitos hóspedes. Era como se estivéssemos em casa, quase. Chegando ao ponto de Cucinha ficar observando pelas brechas de sua janela a hora que saíamos, que voltávamos, e tentando descobrir no dia seguinte pra onde tínhamos ido.

Nao é nada fácil conseguir um lugar pra alugar em pleno verão. A sensação de liberdade foi imensa ao conseguirmos um flat só pra nós! Beijo, me liga, Cucinha! Aliás, só beijo mesmo e olhe lá! Mundo-afora-com-eduardo-Xerez-Malta-2015-dicas-press-abroad -03-Malta-01- Blue-Grotto Ç de tirar o fìlegoAtravés de uma conhecida fomos parar em Sliema, simplesmente o melhor lugar pra se viver em Malta! Tudo nas proximidades: supermercado, shopping, restaurantes, praia, e pros religiosos ainda tinha uma igreja na nossa rua, Katidral Street. Os sinos pontuais não nos deixavam esquecer disso. O flat era simples, mas com uma vista massa! A gente ‘tava tão feliz, que até relevava detalhes negativos (tipo a ducha entupir constantemente).

As meninas estudavam na Sprachcaffe. Quer dizer, entre um mergulho e outro na piscina da escola, elas iam pra aula. Sim, molhadas! Com a roupa por cima do biquíni! Eu geralmente marcava presença por lá também. Nas noites (quase todas da semana) a gente ia pra balada. Em Mundo-afora-com-eduardo-Xerez-Malta-04 - A balada Ç garantida!Paceville , um bairro onde se concentra a maior parte da vida noturna, você não sabe em que clube ou bar ficar. Assim a gente pulava de um pro outro. Se nossa família ainda não sabia dessa parte, tarde demais. Sorry, girls! O melhor era depois ver o sol nascer, enchendo a cara (de água!) num bebedouro na orla de Sliema.

Praias como Golden Bay, Mellieha e Paradise Bay são imperdíveis! Claro que cultura (mais classicamente falando) fazia parte do programa também! Tanto na ilha principal, quanto em Gozo, visitamos interessantes museus, belíssimas igrejas, além das fortificações espalhadas por todo o arquipélago. A capital Valletta, então, um espetáculo! Sem dúvida foi uma temporada marcante e inesquecível em nossas vidas.

Mundo-afora-com-eduardo-Xerez-Malta-dicas-press-abroad-05 - Ilha-GozoE aí, se animou?

Fotos: Arquivo pessoal/Eduardo Xerez

Leia também:

 

Conheça Varsóvia, na Polônia


COMPARTILHAR
Eduardo Xerez
Eduardo é mestrando, graduado em História da Arte e Ciências da Cultura pela Universidade de Leipzig, na Alemanha, onde trabalha como Mediador Cultural. Sua grande paixão é viajar pelo mundo, colecionando novas histórias e aprendendo com cada lugar. Já visitou até então cerca de 60 países e, além da Alemanha, já viveu na Nova Zelândia, Malta e Camboja. Hoje conta suas aventuras na coluna Mundo Afora, aqui no Press Abroad. Fascinado por comunicação, ele domina com fluência o Alemão, Inglês, Italiano e Português e ainda desenrola no Russo, Francês e Espanhol.