Uma banda diferente, ainda sem nome, abriu o show d’O Rappa em grande estilo na apresentação de Dublin, Irlanda. Três intercambistas, que gostam mesmo de desafios, apresentaram um projeto e tiveram a oportunidade de esquentar o público que esperava O Rappa subir ao palco.

O vocalista Michael Matt e o baterista Gabriel Patrone estão morando em Dublin há quatro meses e já se apresentam nos bares e boates. Mas para animar os festeiros com os sucessos de vários ritmosdos mais variados estilos musicais, eles contaram com a ajuda do Ewerton Silva, que veio especialmente de Londres para o show. “Eu estou há dois meses em Londres e já fiz algumas apresentações por lá. Eu já conhecia o Michael, aí veio essa oportunidade muito boa. Vim para cá passar uns dias tocando e participar da abertura do show d’O Rappa”, conta Ewerton.

A experiência com música no Brasil ajudou a abrir portas no exterior para eles. Mas a sensação de se apresentar fora do país, eles consideram bem diferente. “Já passei pela experiência de abrir grandes shows, como Biquini Cavadão, Velhas Virgens, mas aqui fora o respeito é diferente, é outra coisa. A sensação já muda ao subir no palco para o ensaio. A gente ganha mais espaço, mais respeito. Fizemos o teste com tempo. Estou me sentindo, realmente, parte do show”, avaliou Michael.

Para agradar o público, não tem mistério. “A gente faz um pouco de tudo. Hip hop, rock, pop e coloca nossa cara no som”, contou Gabriel. O resultado agradou o publico: “Eles tocam muito bem. É legal a gente ter a oportunidade de ouvir um pouco o som do Brasil aqui”, disse a intercambista Pamela Brito.

Fique ligado no Press Abroad para conferir a reportagem em vídeo com a banda!


Marciéli Palhano
Jornalista brasileira, nômade por natureza. Adora conhecer pessoas, histórias e lugares diferentes. Se tiver comida boa, uma bela paisagem e gargalhadas, não precisa de mais nada. Diagnosticada com doença celíaca e intolerâncias alimentares, criou o projeto Zero Gluten & Lactose: www.zeroglutenlactose.com