Viver no exterior é uma experiência incrível e ninguém retorna ao seu país de origem com a mesma bagagem emocional. Sempre ocorrem mudanças na maneira de enfrentar situações difíceis e ganhamos novas perspectivas do que realmente importa em nossas vidas.

O intercâmbio possibilita viajar, conhecer lugares, culturas e pessoas interessantes, mas para manter o custo com a viagem e a despesas durante a estadia, muitas pessoas tem que trabalhar durante este período, realizando tarefas que exigem mais esforço físico do que mental. Este tipo de trabalho é muito conveniente para pessoas com nível básico do idioma local, mas muitas vezes é uma das únicas opções por questões práticas como visto ou disponibilidade de tempo pois a prioridade são os estudos.

Seja qual for o motivo, alguns sentimentos e questionamentos surgem se a pessoa que passa por esta experiência tem uma formação acadêmica e experiência profissional em sua área, sentindo que não está utilizando todo o seu potencial, afetando a sua auto – estima e imagem profissional.

Para evitar preocupações e aproveitar ao máximo sua experiência no exterior, evite pensamentos e sentimentos negativos, através de algumas atitudes:

1. Mantenha a esperança

Ter esperança significa que você pode estabelecer metas reais para o futuro e que você deve sempre recordar que tem a habilidade para atingi-las com sucesso. A esperança nos mantém no caminho de nossos objetivos, mesmo quando as coisas não caminham exatamente da forma que gostaríamos. Nada dura para sempre, e lembrar disto ajuda a passar por momentos difíceis.

2. Lembre sempre que a vida e feita de escolhas

Lembre-se que escolher significa renunciar algo, em troca do que considero melhor, assim a viagem foi uma opção de um momento de sua vida, para um passo que mudará seu destino, porém para isto é necessário percorrer caminhos incertos e ultrapassar os obstáculos, para alcançar os seus desejos.

3. Busque sempre formas alternativas para lidar com as dificuldades

Pessoas que investem no autoconhecimento são mais felizes, pois desenvolvem habilidades para lidar com os antigos problemas de forma mais ativa. Algumas atitudes simples podem ajudar a aliviar os problemas, como conversar com alguém próximo, meditar, relaxar, exercícios físicos (caminhada, esporte), hobbies, etc.

4. Não deixe que a ansiedade controle seus comportamentos

Aprenda a identificar as situações e momentos que causam ansiedade. Quando sentir ansiedade, tente fazer alguma atividade mais tranqüila para diminuir o seu ritmo e se acalmar. Respirar fundo, também auxilia o sistema nervoso a encontrar equilíbrio entre a razão e a emoção e consequentemente ver as situações de forma mais objetiva.

 5. Escreva seus pensamentos e sentimentos

Escrever os sentimentos e pensamentos, é uma ótima forma de ajudar a organizar e reformular as suas ideias e consequentemente suas emoções. Isto ajuda a trazer um senso de realidade e olhar a situação de um outro ponto de vista.

 “Não existem sonhos impossíveis para aqueles que realmente acreditam que o poder realizador reside no interior de cada ser humano, sempre que alguém descobre esse poder algo antes considerado impossível se torna realidade.” (Albert Einstein)

Silvana Sapyras Byrne, Reg. Psychol., Ps.S.I
Psicóloga  Intercultural, Membro da Sociedade de Psicologia da Irlanda.
Atendimento psicoterapeutico presencial em Dublin e por Skype para clientes residentes em outras localidades.
Facebook ou celular: +353 86342900

Conheça Varsóvia, na Polônia


Psicóloga Intercultural, Membro da Sociedade de Psicologia da Irlanda. Silvana também trabalha com atendimento psicoterapeutico presencial em Dublin e por Skype para clientes residentes em outras localidades. Sua pagina no facebook é: facebook.com/Intercultural.Psychotherapy