O certificado de inglês é um diferencial na hora de conseguir um emprego, embora muitas vezes a sua habilidade com o idioma é o que vai contar mais. Mas se a ideia é estudar no exterior – seja num curso de graduação ou especialização em universidades – você precisa ficar atento ao certificado exigido. Tudo vai depender dos seus objetivos. Existem vários exames e certificados, cada um para um público específico de acordo com o nível de domínio do inglês.

Entenda as diferenças

IELTS e TOEFL

IELTS e TOEFL são exames indicados a partir do Ensino Médio para quem deseja estudar em universidades no exterior. Ambos analisam a sua capacidade de entender, escrever, ler e falar Inglês. A principal diferença é na etapa do Speaking, pois no IELTS  desenvolves o diálogo frente a frente com um examinador e no TOEFL gravas as respostas, que só depois serão avaliadas.

O TOEFL é mais usado nos EUA, enquanto o IELTS, administrado pelo Conselho Britânico e pela Universidade de Cambridge atende mais às instituições na Europa. Mas isso não é uma regra, por isso o ideal é que verifiques antes com a universidade que pretende estudar que exame eles exigem como pré-requisito e a nota esperada (a nota exigida varia muito de acordo com o curso).

CAE

O CAE Cambridge (Certificate in Advanced English) é um dos exames de inglês mais populares do mundo. Assim como o IELTS, o CAE é um exame de Cambridge, mais indicado para fins de estudo, trabalho e imigração. É aceito como admissão em algumas universidades, mas é menos comum. Se você domina o inglês e consegue se comunicar bem, esse é o exame que você deve fazer.

FCE

O exame FCE Cambridge (First Certificate in English) é outro exame de proficiência muito popular. Embora seja relativamente mais fácil do que os anteriores é o suficiente para demonstrar bom conhecimento da Língua Inglesa. Com ele você pode conseguir um certificado de nível intermediário. É mais aceito em indústrias, comércio e algumas instituições de ensino.

Com informações ExamTime

Imagem reprodução