O Museu da história da imigração nos Estados Unidos é uma dica de visita para quem vai ao país.

Imagem: Divulgação

Quem gosta de história ou é curioso sobre o processo de imigração nos Estados Unidos, que de uma forma e outra constrói a história do país, não pode deixar de conhecer o Museu da Imigração que fica na Ellis Island, em Nova York. Foi por essa ilha que milhões de pessoas chegaram aos Estados Unidos. A Ellis Island só foi aberta e usada como portão de imigração em 1892. Quando os imigrantes chegavam, passavam por exame médico e tinham que responder a perguntas. Por volta de 2% não tinham entrada concedida, por questões médicas ou outras razões, e por isso a ilha também é conhecida como Ilha das Lágrimas (The Island of Tears).

Os barcos de turismo, que fazem o trajeto até a Estátua da Liberdade, também fazem uma parada na ilha. O valor do ingresso do barco é 18 dólares e a entrada para o museu é gratuita.

O museu tem várias seções dedicadas a chegada de imigrantes dos mais diversos países. Um guia audiovisual, disponível em nove línguas, facilita bastante a visita. São 45 minutos de história e informações. Existem exibições fixas e temporárias que  apresentam diversidade de fotografias, audiovisuais, paineis interativos e ainda o registro da chegada e dos nomes de 25 milhões de imigrantes no país entre 1892 e 1924 – os documentos anteriores a esta data foram destruídos num incêndio.

Para outras informações sobre o Museu, clique aqui.

Leia também:

Quer receber dicas de viagem e intercâmbio?

Então curta nossa página no facebook | Siga no Twitter @pressabroadpt

Se escreve no canal no YouTube | Confira também o Instagram

Conheça Varsóvia, na Polônia


COMPARTILHAR
Marciéli Palhano
Jornalista brasileira, nômade por natureza. Adora conhecer pessoas, histórias e lugares diferentes. Se tiver comida boa, uma bela paisagem e gargalhadas, não precisa de mais nada. Diagnosticada com doença celíaca e intolerâncias alimentares, criou o projeto Zero Gluten & Lactose: www.zeroglutenlactose.com