A companhia aérea portuguesa TAP iniciou, em setembro, a cobrança pelo transporte de bagagem em voos à Europa. A empresa é a primeira com operações no Brasil a realizar a mudança. Os passageiros que compraram passagens da TAP a partir do dia 1º de agosto e viajarão de setembro, em diante, estão enquadrados dentro das novas regras.

Imagem reprodução

A nova taxa será destinada para aqueles que compraram suas passagens por meio da Tarifa Discount, a classe tarifária mais barata da companhia. Neste caso, será cobrado o valor de 45 euros (cerca de 170 reais) para o transporte de uma mala de até 23 kg – limite máximo, se o pagamento for realizado com antecedência. Aqueles que deixarem para realizar o serviço no balcão de check-in deverão pagar 80 euros (cerca de 299 reais).

A classe econômica da companhia tem mais outros três tipos de tarifas, confira:

Tarifa Basic: uma mala de até 23 kg.

Tarifa Classic: duas malas de até 23 kg.

Tarifa Plus: três malas de até 23 kg.

Quanto à bagagem de mão, a TAP permite que o passageiro carregue uma mala, sem cobrança extra, de até oito quilos (mesmo a ANAC permitindo 10 kg de bagagem de mão por passageiro), mais um item pessoal de dois quilos.  

As companhias brasileiras como a Latam, a Azul e a Avianca também reduziram o limite de bagagem para duas malas de 23 kg em viagens internacionais, após as alterações realizadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Antes da nova regra, era possível levar duas malas de até 32 kg cada uma.

No entanto, as mesmas empresas nacionais ainda não cobram pelo transporte de malas em voos para fora do país. Somente a GOL realiza a cobrança, com uma taxa de 10 dólares (cerca de 31,50 reais) para compra antecipada ou 20 dólares (cerca de 63 reais) para o pagamento no serviço de check-in.

Leia Também:

Estamos nas redes sociais. Siga-nos!

Então curta nossa página no facebook | Siga no Twitter @pressabroadpt
Se escreve no canal no YouTube | Confira também o Instagram

Conheça Varsóvia, na Polônia


COMPARTILHAR
Joyce Lima
Jornalista e assessora de comunicação, a área cultural é a sua paixão e, por isso, sempre busca conhecer costumes e culturas de diferentes lugares. A história de cada país e região a encanta e ela procura dividir isso de maneira mais fidedigna com os leitores. Carioca da gema e sem amarras segue livre buscando conhecimentos por onde passa.