O Ciência sem Fronteiras está com chamadas abertas para a seleção de alunos de doutorado pleno e sanduíche e pós doutorado até 22 de agosto. Também há vagas para pesquisador visitante com inscrições até 15 de setembro.

As inscrições devem serem feitas direto no site do programa e o candidato deve cumprir alguns requisitos básicos.
O programa Ciência sem Fronteiras busca promover a internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade por meio do intercâmbio intercacional. Nos últimos anos, os cincos países que mais receberam estudantes brasileiros pelo programa foram Estados Unidos (32%), Reino Unido (11%), Canadá (8%), França (8%) e Alemanha (7%).
Engenharias e as demais áreas tecnológicas são as que contam com o maior número de bolsitas (52%). Já as áreas biomédicas e de saúde agregam 18% das concessões; ciências exatas e da terra somam 8%; computação e TI, 6%; produção agrícola sustentável, 4%; seguidas por fármacos e biotecnologia, com 2% cada. Biodiversidades, bioprospecção e energias renováveis participam com 1% das bolsas. Outras informações estão no www.cienciasemfronteiras.gov.br.

Encontrou um erro? Quer sugerir uma pauta? Ajude-nos a melhorar nosso conteúdo. Envie um e-mail para: [email protected]