Buenos Aires é considerada capital international do turismo alternativo

As lideranças e as referências do turismo LGBT (Lésbicas, Gays, Transexuais e Bissexuais) reuniram-se na Argentina para compartilhar tendências neste segmento de mercado e as experiências de empresas e destinos em mais de 15 países na 7ª Conferência Internacional sobre Negócios LGBT e Turismo.

Mais de 1200 empresas e 48 palestrantes participaram de três dias de atividades diferentes no GNETWORK360, o mais importante evento em marketing e turismo LGBT da América Latina.

Segundo dados recentemente espalhados em Madrid durante a Convenção IGLTA, o crescimento geral do turismo foi de 3 por cento em 2013, enquanto o turismo LGBT atingiu 9,7 %. A Argentina alcançou um desenvolvimento muito significativo com base no trabalho conjunto que tem sido feito a partir dos setores público e privado para promover atrações e serviços. Hoje, o país ocupa uma posição de destaque quando se fala em preferências no mapa de turismo LGBT global.

Números da Argentina

Aproximadamente 20% do total de turistas que Buenos Aires recebe vêm do segmento gay, confirmando a tendência de que a comunidade homossexual prefere como o primeiro destino para passar as férias ou fazer visitas a América Latina. Os números foram apresentados na Conferência pelo diretor de Turismo de Buenos Aires, Valentin Diaz Gilligan.

Com informações e tradução: Portal Terra Argentina e Primera Fuente