Sua bagagem se perdeu durante a viagem? Confira nossas dicas!

Na hora de programar uma viagem, tudo é planejado: peças de roupas, clima, roteiros, horários, datas e muitos outros fatores. Porém, é claro, é preciso sempre estar preparado para agir caso ocorram imprevistos.

E, infelizmente, um deles pode ser o extravio da sua bagagem. É uma situação bem chata, porque ninguém espera perder uma parte essencial da sua viagem, que são os seus pertences pessoais, né?

Na verdade, perder malas é um fato bem comum em voos, principalmente para quem faz conexões. Por isso, separamos algumas dicas para saber agir caso isso ocorra. Vem ver:

Cadê minha bagagem?

Não achou sua mala? No momento em que você perceber que a bagagem foi extraviada, vá até o balcão da companhia aérea, ainda no aeroporto, e preencha o Registro de Irregularidade de Bagagem (RIB).

O relato também pode ser feito pelo e-mail da empresa, mas atenção: a queixa deverá ser realizada em até 15 dias a partir do desembarque.

É importante apresentar o comprovante de despacho de bagagem, por isso, guarde com cuidado este documento assim que receber na hora do check-in. A companhia tem até sete dias, de acordo com a atualização da regra feita pela Anac, para a devolução da sua bagagem em caso de voos domésticos e 21 dias para voos internacionais.

E quanto a indenização, tenho direitos?

Após o prazo de 21 dias, a empresa deverá indenizar você.

A bagagem deve ser entregue no local de origem ou de destino em que você se encontra, conforme o endereço fornecido. Se a mala não for encontrada, a companhia oferecerá uma indenização de até R$ 2.500 por passageiro em viagem doméstica e de até R$ 4.260 em voo internacional.

Em caso de furto, é necessário o preenchimento RIB e, também, um boletim de ocorrência, com os dados da empresa aérea e do voo.

Imagem: reprodução

Sem dores de cabeça

É importante fazer o check-in com antecedência e se preparar, caso uma dessas situações aconteça. Faça um checklist do que fazer no aeroporto e na hora de fechar sua mala – cadeados são uma ótima ideia; lembre-se de guardar bem as chaves!

Tirar fotos do seus comprovantes, passagens, malas e afins também é uma boa forma de construir provas para utilizá-las em caso de extravio ou furto.

Identifique bem a sua mala. Vai que alguém tem uma parecida com a sua e acaba levando por engano, na correria? Por isso, sempre inclua um cartão de identificação na bagagem, com nome, endereço, e-mail e telefone, do lado de fora e dentro da mala.

Adereços como fitas, lenços, chaveiros, entre outros, ajudam a identificar sua mala e evitar enganos. Sabe quando você consegue ver sua mala de longe? Então!

Uma última dica, não menos importante, é a de não incluir objetos valiosos como documentos, joias, eletrônicos, dinheiro, entre outros na mala. Isso ajuda a diminuir o dano se sua mala não for encontrada ou se for furtada.

Leve todos os objetos importantes na sua bagagem de mão, além de uma muda de roupa e objetos pessoais caso você precise. Feito isso, pode viajar tranquilo(a) e aproveitar a viagem!

Leia Também:

Estamos nas redes sociais. Siga-nos!
Então curta nossa página no facebook | Siga no Twitter @pressabroadpt
Se escreve no canal no YouTube | Confira também o Instagram


Verônica Motti
Verônica Motti é brasileira, trabalha com redação e produção de conteúdo digital e acredita na escrita como uma forma de se expressar, transmitir amor e compartilhar experiências. Após viajar por um ano entre a Europa e Ásia, decidiu ter menos coisas e ser mais. Saiba mais sobre suas experiências no seu Instagram @vero.motti.