6 Lições sobre Viajar

6-dicas-viagens-press-abroad

Viajar X Faculdade: O eterno debate até hoje sem um vencedor. Lidamos com custos altíssimos para estudos e um mercado de trabalho sem vagas o suficiente para tantos profissionais. Muitos estudantes estão deixando de lado suas canetas e cadernos e pegando seus passaporte e mochilas. Mas botar seu futuro em espera por um ano de viagens é uma boa ideia?

Apesar de ambos os lados terem seus méritos, existem certas coisas que você nunca irá aprender fazendo anotações em seu caderno dentro de uma sala de aula. Lutando pra decidir entre viajar e faculdade? Considere as seis lições de viagens que uma faculdade nunca irá lhe ensinar.

 1) Você é mais capaz do que você imagina.

Ninguém pode negar: viajar é informativo. E não estou falando sobre clichês sempre usados de “como fazer um mochilão pela Europa mudou minha vida”, mas viajar afeta sim sua vida para sempre.

2) Pessoas são boas.

Não importa se você vive em Nova York, Dubai ou Karachi, seres humanos são levados pelos mesmos instintos básicos. Nós nos importamos com nossa família e amigos. Nós procuramos proteger nossos amados. Nós lutamos para melhorar nossas vidas dia após dia. Mais importante, nós cuidamos um dos outros.

Sem experimentar o mundo por nós mesmos, nós acabamos perdendo de vista isto, levando em conta somente estereótipos para guiar nossos pensamentos. Viajar nos faz recordar que somos mais ligados por similaridades do que separados por diferenças.

O bem é forte — e mais prevalente — do que o mal. Saia por aí e veja por você mesmo.

3) Você é um pequeno ponto numa radar gigante.

Por toda nossa vida nos é dito que somos especiais. Começando em casa e continuando nos nossos anos escolares, pais, professores, amigos e colegas de trabalho, todos fazem o seu melhor para lembrar o quão importante nós somos.

Pode ser doloroso no começo, mas viajar vai tirar esse sentimento de você. Viajar te deixa humilde; te mostra o quão pequeno você é nesse maravilhoso e gigante mundo. Você é apenas um mero grão nesse universo infinito. Aceite. Você vai ver que não é tão ruim assim.

4) Estereótipos são ridículos.

Hollywood pode ofuscar seu senso comum. Se a gente acreditasse em tudo que assiste nos filmes, nós pensaríamos que todos os Russos são vilões, todos universitários americanos são alcoólatras e Australianos só querem saber de caçar crocodilos e surfar.

Felizmente, viajar clarifica sua mente desses lixos (da maioria pelo menos). Vague um pouco por aí e descubra que nem todos os alemães são sérios, nem todos os canadenses são super simpáticos e nem todas as Suíças são super modelos.

Bem, talvez a última seja verdade.

5) O Mundo não é um lugar perigoso.

Leia nos jornais a qualquer momento: reportagens sobre guerras civis, ataques armados de terroristas em lugares que não são longe o suficiente. Não é de se imaginar que, ao anunciar uma viagem para Turquia, Israel ou Indonésia pode deixar seus parentes em pânico.

6) Uma pessoa pode fazer a diferença.

Grandes gestos chamam toda atenção. Com filantropos doando milhões para caridade, é dificil ver como pessoas comuns podem gerar uma mudança positiva.

Viajar mostra para você o outro lado da moeda: como pequenos atos e gestos podem somar em algo positivo e realmente significante. Você vai ver que não precisa salvar uma vila inteira ou resolver os problemas do mundo para causar um impacto em algumas vidas. Seja a diferença para uma pessoa por vez. Até os pequenos podem se tornar poderosos.

Imagens: reprodução

Leia também:

Tenha uma experiência incrível no exterior, solicitar um orçamento de intercâmbio aqui.