A revista DJ MAG apresenta todos os anos as 100 melhores baladas do mundo. Foi medida a popularidade – e qualidade – das casas noturnas ao redor do globo por meio de uma eleição por votação popular. Como a lista é grande, selecionamos as cindo melhores casas noturas para você reservar um dia na agenda para conhecê-las.

5# BCM – Palma de Mallorca (Espanha)

espanha

A BCM Planet Dance começou seus trabalhos no final da década de 1980 e na década seguinte já foi considerada uma das melhores casas noturnas da Europa. Apesar da proximidade geográfica com Ibiza, tem uma pegada muito mais próxima do agito de Las Vegas e conta com um potente e pesado sistema de som e luzes.

O club também afirma que os DJs que por lá passam – caras de renome como Calvin Harris, Avicii e Steve Angello – se sentem em uma apresentação ao ar livre. Mas o espaço da casa é indoor, abrigando 3 000 pessoas. A balada está localizada em uma das ilhas mais paradisíacas do Velho Mundo que é Palma de Mallorca – o que, por si só, já valeria a viagem.

4# Fabric – Londres (Inglaterra)

Inglaterra

A Fabric é uma casa noturna underground da capital da Terra da Rainha. Às sextas, toca vertentes do hip hop com dubstep e drum’n’bass passando pelo indie e electro em noites muito ecléticas, que são a marca registrada do club.

As noites de sábado contemplam Techno, Electro, Disco, Dub-techno e outros sons que se enquadrem dentro dos limites da noite que fica em constante evolução.

Ainda, segundo o jornal The Guardian, as noites de sábado na Fabric é “altamente imprevisível e totalmente convincente”. Também rolam festas aos domingos no club com capacidade para 1 600 baladeiros.

3# Pacha – Ibiza (Espanha)

Espanha3

A Meca das casas noturnas sem dúvidas é a ilha de Ibiza, por mais que possam surgir ao longo dos anos novos destinos para os baladeiros. E não é exaltação deste que vos escreve, porque Ibiza abriga duas das três melhores casas noturnas do mundo. Quem abre esse “TOP 3” é a sempre em destaque Pacha.

Com mais de 20 casas espalhadas pelos cinco continentes, o club já se tornou uma marca sinônimo de glamour e festas memoráveis desde 1967 – ano de abertura da primeira casa na cidade catalã de Stiges.

O clube de Ibiza está em operação desde 1973 – quando a Pacha começou a ter mais destaque na cena – e conta com decoração elegante e qualidade elevada nos sistemas de som e iluminação. Sem contar que todos os grandes nomes da música eletrônica já passaram por lá. É excelente opção para a temporada do verão europeu e abriga ate 3000 pessoas.

2# Green Valley – Balneário Cambouriú (Brasil)

Brasil

A catarinense Green Valley, eleita a número 1 de 2013, desde o ano passado pode gritar aos quatro ventos: “Esqueça a Bossa Nova, o Brasil é o novo país da música eletrônica”. Pelo menos foi assim que a revista Forbes definiu a realidade brasileira no cenário da música eletrônica em 2012. Mas também depois que o club do sul faturou o posto de número 1 do mundo em 2013 não ficam dúvidas de que o país é destaque na cena mundial.

Inaugurada em novembro de 2007, a Green Valley conta com espaços que têm a natureza do local como pano de fundo, aliando originalidade e requinte com toques de modernidade e rusticidade com ares exóticos. Pela sua tenda já passaram grandes nomes da música eletrônica mundial como Armin Van Buuren, Steve Angello, Erick Morillo, Carl Cox, Avicii, Fedde Le Grand, Fatboy Slim, Roger Sanchez entre outros. A balada comporta até 6 000 pessoas.

1# Space Ibiza – Ibiza (Espanha)

Espanha1

De volta à ilha espanhola, a Space Ibiza é a grande vencedora de 2014 da lista da DJ MAG. Inaugurada em 1989, a balada já teve como primeiro desafio atrair o público para a praia d’en Bossa – reduto até então familiar.

O proprietário do club teve um bom insight para conseguir esse feito. Em 1994 rolaram as primeiras festas com DJ internacionais convidados, marcando o início do sucesso do club. Todos os mais renomados DJs do planeta já passaram pela pista do Space Ibiza.

Um diferencial da casa é o tratamento exclusivo aos clientes, sejam eles celebridades ou simples mortais. Todos compartilham a pista de dança podendo se divertir sem regras para roupas, por exemplo, deixando-se levar pelo espírito de liberdade, alegria e boas vibrações.

A Space já promoveu, só para você leitor sentir como é a proposta da casa, uma festa de 22 horas começando às 8 horas do domingo e indo até às 6 horas da segunda-feira. Isso durante 14 finais de semana do verão, formando um grande festival de música. Hoje a casa tem vários ambientes que comportam, somados, até 7 000 pessoas.

Fonte: El Hombre