Mais um ano se inicia e a gente já fica louco para planejar a próxima viagem, não é mesmo? Para minha sorte, eu ganhei como presente de Natal, da minha amiga Paula Granado, um livro maravilhoso com super dicas dos especialistas da Lonely Planet, que traz centenas de recomendações sobre os melhores destinos do momento.

Entre as diversas dicas abordada pelos especialistas em “Best in Travel”, uma em especial me chamou a atenção e quero compartilhar neste post com vocês. Vamos conferir as 10 melhores cidades para viajar em 2018.

1. Sevilha, Espanha

Imagem reprodução: @Shutterstock

Sevilha foi transformada, nos últimos 10 anos, deixando de ser uma metrópole de trânsito congestionado, para dar vida à uma cidade com planejamento urbano mais leve, com investimento em transportes como as bicicletas e bondinhos. A região também segue na ânsia de revigorar o seu passado artístico – cosmopolita, ela é rica em artes, gastronomia e com um povo muito receptivo. Todos esses aspectos dão cada vez mais destaque à cidade no cenário turístico internacional.

A capital da Andaluzia vai sediar a 31ª edição do European Film Awards, neste ano, e mostrar o seu melhor lado, na aclamada série Game of Thrones. Junto com este renascimento artístico, Sevilha comemora o 400º aniversário do nascimento de seu pintor barroco, Bartolomé Esteban Murillo, com meia dúzia de exposições únicas que permanecerão abertas em 2018.

2. Detroit, Estados Unidos

Imagem reprodução: @Shutterstock

Após décadas de negligência, Detroit está de volta aos trilhos. É como se a cidade estivesse cheia de ideias novas. Seus Jovens empreendedores, por meio de ações criativas, estão transformando muitos lugares abandonados em destilarias, lojas e galerias. O movimento incentivou também novas obras públicas, como o estádio de hóquei e basquete que foram inaugurados recentemente e, ainda, o bonde QLine, que veio para facilitar o acesso aos locais da moda na cidade.

Detroit também ganhou três novos parques e estão no projeto hotéis elegantes que serão construídos em um parque de estacionamento abandonado.

3. Canberra, Austrália

Imagem reprodução: @socialestate

Canberra é uma cidade pequena com muito a oferecer. Ela, por exemplo, abriga tesouros nacionais em todos os lugares e novos bairros interessantes, e com novas boutiques de luxo, com destaque também para os enclaves gastronômicos e culturais.

A cidade irá sediar em 2018, pela primeira vez, uma partida de críquete no oval único de Manuka. Neste ano, o Memorial de Guerra Australiano irá comemorar os 100 anos do armistício da Segunda Guerra Mundial.

4. Hamburgo, Alemanha

Imagem by: @Robert Katzki

Hamburgo é uma cidade Alemã com bom acesso, como qualquer capital europeia que recebe vários perfis de turistas durante todo o ano. A cidade ganhou, recentemente, uma nova casa de espetáculos: a famosa Elbphilharmonie Concert Hall.

A zona portuária de HafenCity Hamburg é ideal para caminhar e desfrutar da beleza local. A atraente e acessível cidade se estende ao longo do seu amplo porto e do rio Elba. As surpresas são inúmeras: bares em torno do  rio, uma das melhores feiras noturnas da Europa e encantos simples que recompensam os visitantes que percebem as dezenas de agulhas da cidade como ponto de referência.

5. Kaohsiung, Taiwan

Kaohsiung tem um enorme centro histórico que encanta os viajantes de todas as partes do mundo e ainda possui um complexo musical de cem metros quadrados. Por lá, você vai encontrar passarelas acariciadas pelas ondas do cais temperado de Kaohsiung e também a vitrine do mundo da arquitetura experimental taiwanesa.

Um terminal de cruzeiro espetacular pode ser inserido no roteiro daqueles que preferem um passeio no estilo “odisséia” nesta cidade portuária. A região conta com uma elegante rede ferroviária ligeira que liga diversos pontos de Kaohsiung. Mais ao norte, na área de recreação de Xiaogang Shan, os viajantes podem contemplar o Estreito de Taiwan.

6. Antuérpia, Bélgica

Imagem reprodução: @Shutterstock

Antuérpia, que já foi a cidade mais antiga do Norte da Europa, é hoje um dos segredos mais bem guardados da Bélgica. A capital não oficial da Flandres está cheia de riquezas históricas e abriga arte e design no seu topo. Neste ano, ela vai comemorar e exibir as suas relíquias culturais da sua glória barroca.

O evento Barroco Antwerp Barroque 2018, foi inspirado por Rubens, o residente mais famoso da cidade, o evento incluirá uma programação com desfiles, concertos, arte urbana, exposições multimídias e oficinas. Os habitantes locais não precisam de uma desculpa para libertar sua criatividade: a cidade, especialmente suas antigas docas, está repleta de bares pop-up, restaurantes e ótimas obras de arquitetura.

7. Matera, Itália

Imagem by: @Daniele Levis Pelusi

Com uma coroa de casas cor de mel empoleiradas em um barranco, Matera tem uma aparência espetacular. Mas esta é apenas metade da história: no subsolo, há um labirinto de casas, igrejas e mosteiros com mais de nove mil anos que fazem de Matera uma das cidades mais antigas do mundo.

Amplamente restaurada, Matera capitaliza seu charme cavernoso com hotéis, restaurantes e bares que compõem um panorama tão bonito como suas paredes esculpidas em rocha. Há muitos eventos planejados para este ano na cidade, além ter sido escolhida como Capital da cultura europeia em 2019.

8. San Juan, Porto Rico

Imagem reprodução: @ccwikimedia

San Juan é notado. É um lugar onde o antigo e o novo convergem, onde o passado colonial da cidade mistura-se elegantemente com uma emergente urbanidade moderna.

O velho San Juan é um enclave murado com ruas de paralelepípedos, praças frondosas e igrejas e fortalezas históricas. Além das muralhas, San Juan está cheia de museus e galerias que formam um dinâmico panorama artístico. Existem ainda uma diversidade de novos e originais restaurantes que atraem viajantes que buscam sabores diferentes. A vida noturna exuberante, com discotecas, lounges, bares, e casinos.

9. Guanajuato, México

Imagem reprodução: @ccwikimedia

Das minas de prata às grandes telas do cinema, a pequena cidade de Guanajuato, na serra central do México, exibe atrativos e beleza natural os turista que chegam dos quatro cantos do mundo.

A riqueza gerada pelos recifes de prata locais criou uma impressionante paisagem urbana de igrejas ornamentadas, belos quadrados e casas coloridas que se estendem a partir do vale verde onde a cidade sobe. Essa beleza natural e artificial chamou a atenção dos produtores de Pixar, que usaram Guanajuato como modelo para criar a terra dos mortos em seu novo filme Coco.  

10. Oslo, Noruega

Photo by Oliver Cole

Durante muitos anos, a capital da Noruega foi eclipsada por seus elegantes vizinhos escandinavos. Mas Oslo, juntamente com o resto da nação, vai celebrar um grande evento: em 2018, os queridos reis da Noruega comemoram seu casamento dourado.

Você pode esperar um ano com um calendário cheio de eventos cívicos, culinários e culturais. Além disso, será celebrado os 10 anos da emblemática Ópera de Oslo, que vai abrir uma uma temporada de concertos e apresentações. Não há ano melhor para visitar esta cidade do que 2018.

Leia também:

 Estamos nas redes sociais. Siga-nos!

Então curta nossa página no facebook | Siga no Twitter @pressabroad
Se escreve no canal no YouTube | Confira também o Instagram

Conheça Varsóvia, na Polônia


COMPARTILHAR
Neutton Rodrigues
Luso-brasileiro, nômade por natureza, Neutton já visitou mais de 25 países. Após concluir o curso de Comunicação Audiovisual e Multimídia, em Portugal, resolveu apostar na Espanha, onde especializou-se em Comunicação Corporativa e Marketing Digital. Atualmente, reside na Irlanda, mas segue apaixonado pela cultura ibérica! É o idealizador do Portal Press Abroad e junto de parceiros tem o intuito de incentivar pessoas a viver experiências pelo mundo.