Hoje apresentamos para vocês as 10 melhores dicas para manter um bom convívio durante a sua temporada de intercâmbio no exterior

Um dos maiores dilemas entre estudantes de intercâmbio é: morar com pessoas que falem idioma diferente para praticar o inglês ou viver com conterrâneos para facilitar a comunicação e hábitos comuns.

Esta escolha deve ser baseada na sua personalidade e o que você pretende alcançar no intercâmbio. Independente da escolha é necessário um preparo mental e uma auto-avaliação do seus comportamentos e hábitos e o intercâmbio pode ser uma ótima oportunidade para desenvolver diversas habilidades interpessoais, assim devemos estar abertos e preparados para os desafios e novo estilo de vida.

Aspectos positivos de morar com nativos

Uma das opções comuns de estudantes de intercâmbio é viver por algum tempo em uma casa de família. Neste caso, será necessário respeitar algumas regras, mas geralmente as famílias no exterior são muito receptíveis.

Conviver com nativos ajuda a praticar o idioma, aprender expressões locais e gírias, ajudando a compreender melhor o famoso sotaque local, além do mais facilita a integração na cultura do país.

Os irlandeses, por exemplo, são conhecidos  por serem muito comunicativos, com senso de humor, educados e generosos, assim os turistas e estudantes de intercâmbio geralmente se sentem muito bem recebidos.

Foto: Reprodução

Aspectos positivos de conviver com as pessoas da mesma cultura

Recomendo esta opção inicialmente para pessoas que possuem inglês muito básico e que tem uma personalidade mais reservada, o choque inicial será menor e a facilidade de adaptação maior, o único cuidado deve ser evitado, apenas se relacionar com conterrâneos e não praticar o inglês com nativos ou outros estrangeiros.

A experiência de morar com pessoas desconhecidas independente de ser em nosso pais de origem ou no estrangeiro segue alguns padrões comuns nos relacionamentos interpessoais, que são influenciados pela personalidade, hábitos, história de vida de cada um, além da cultura, porém há alguns comportamentos que podem ajudar a manter um convívio adequado e saudável entre todos os moradores independente do pais de origem.

Vamos então conferir as 10 dicas para um bom convívio durante o seu intercâmbio:

1. Dividir tarefas

Comprar produtos de limpeza e respeitar dias e horários de manutenção e faxina ajudarão a manter uma boa harmonia no lar.

2.  Respeitar os ambientes de uso compartilhado

Mantenha limpos o banheiro e a cozinha e tenha suas coisas organizadas. Os espaços coletivos não podem serem privatizados por você e suas bagunças, respeite os espaços que também são compartilhados com outras pessoas.

3.  Não pegar nada emprestado sem pedir

Não usar as coisas das pessoas sem permissão, principalmente se ela não estiver em casa. Muitas vezes, o seu colega só tem um produto e quando chega em casa e quer usá-lo, não o encontra – pois é, isso causa bastante desconforto.

4.  Planejamento financeiro e pagamento das contas

É essencial que todos cumpram os prazos para não comprometer financeiramente os demais. Não esqueça de pagar água, luz e internet nas datas certinhas.

5. Diálogo constante

Quando os acordos falharem ou acontecerem imprevistos, a conversa é a melhor solução para reajustar o que for necessário.

6. Respeitar a individualidade e privacidade do outro

Algumas pessoas gostam de maior privacidade, pode ser por um fator cultural ou de personalidade. Pessoas muito expansivas podem desrespeitar o espaço do outro sem querer. Seja educado, e quando for entrar no quarto de alguém, bata na porta antes também.

7. Paciência e tolerância

É importante saber até onde vai seu limite para ceder e é necessário flexibilidade para abrir mão de algumas coisas para manter uma conivência saudável e madura.

8. Respeitar as diferenças culturais e religiosas

Tente se adaptar aos costumes do país e dos moradores da sua casa, por mais diferentes que possam ser. Respeite também as diferentes tradições religiosas, é necessário entendê-las para não ofender os colegas.

9. Trazer vistas para casa

Sempre avise os demais moradores antes de trazer visitantes (namorados, família e amigos). Lembre-se que as pessoas podem estar precisando descansar ou até mesmo estudar e o que menos gostariam é serem incomodadas e surpreendidas com pessoas estranhas em casa.

10. Evite excessos

Tomar cuidado com excessos é muito importante, evite falar muito alto no telefone, fazer festas além do horário permitido, escutar música alta, fazer barulho enquanto os demais estão dormindo e etc.

Leia também:

Por: Silvana Sapyras Byrne, Psicóloga  Intercultural, com 14 anos de experiência, Membro da Sociedade de Psicologia da Irlanda. Atende pacientes de diferentes nacionalidades conduzindo sessões em espanhol, português e inglês, em seu consultório no centro de Dublin e por Skype. Contato: 0863429003 e-mail: [email protected]

Conheça Varsóvia, na Polônia


COMPARTILHAR
Silvana Sapyras
Psicóloga Intercultural, Membro da Sociedade de Psicologia da Irlanda. Silvana também trabalha com atendimento psicoterapeutico presencial em Dublin e por Skype para clientes residentes em outras localidades. Sua pagina no facebook é: facebook.com/Intercultural.Psychotherapy